Comportamento nas redes sociais afeta imagem profissional

Especialistas recomendam critério nas postagens, pois empresas também avaliam os candidatos pelas informações desses ambientes virtuais

Exposição excessiva da intimidade, fotos com bebidas, comentários preconceituosos, excesso de reclamações são, de acordo com especialistas, comportamentos que podem impactar negativamente na imagem profissional. A depender da política da empresa, as postagens em redes sociais são também avaliadas como mais um meio de informação sobre os candidatos em processos seletivos.

Segundo Claudia Blaia, diretora da CMGB Consultoria e Treinamento, ainda não se observa com frequência em Fortaleza esse método de análise, mas em outros estados a prática é frequente. Na busca por selecionar os melhores candidatos, as empresas querem pessoas equilibradas, que expressem profissionalismo, estabilidade emocional, além de competências desenvolvidas também nos ambientes virtuais.

A diretora da CMGB enfatiza, portanto, a importância de uma comunicação clara nas redes, com exposição adequada e que mostre maturidade profissional. São exemplos as fotos de cursos e congressos, atividades que revelam interesse no autodesenvolvimento. “Todas as vezes a pessoa aparece em festa, sempre com bebidas, nas baladas, dá a ideia de que falta algo”, alerta.

Outro erro bastante comum, indica Claudia, são as postagens que contradizem casos de doença. O funcionário entrega o atestado na empresa ou recusa uma viagem profissional por motivo de saúde e, em seguida, posta fotos na praia com amigos ou em baladas bebendo. Uma postura bastante “prejudicial” e frequente.

Para preservar a imagem profissional nas redes sociais, Claudia recomenda:

1. Separar o lado pessoal e profissional, selecionando as informações de acesso restrito a amigos e famílias das postagens abertas ao público;
2. Apresentar uma rede social limpa e clara, expondo o que é importante no papel profissional, até mesmo trabalhos que mostrem engajamento em causas sociais;
3. Evitar erros de português;
4. Ter seletividade no compartilhamento, abstendo-se do que possa ser mal interpretado;
5. Escolher com atenção a foto do perfil.

O Brasil nas redes

Segundo dados do Facebook, 102 milhões de brasileiros compartilham momentos nessa rede todos os meses. Já os números do Instagram apontam que o Brasil é o segundo maior mercado, com 50 milhões de contas ativas por mês.

Com atividade intensa no meio online, é necessário prudência ao postar, comentar, curtir e compartilhar, explica Alison V. Marques, que é jornalista, professor e especialista em Marketing Digital.  “Tudo isso pode impactar de forma positiva ou negativa na sua vida profissional.”

Limites são importantes para uma boa imagem nas redes sociais. Em caso de temas polêmicos, como política, Alison defende o debate democrático, mas com cautelas. “O que não pode acontecer é o debate desrespeitoso, ofensivo, que estimule a prática de preconceito e violência a determinados grupos”.

Um dos comportamentos comuns nos posts de segunda-feira são as reclamações, destaca o professor. Segundo Alison, tal conduta pode passar a ideia de que a pessoa não está satisfeita com o ambiente de trabalho. E, dependendo da frequência em que a mensagem é postada, pode significar que não se gosta de trabalhar.

Para alavancar o lado profissional nas redes sociais, o primeiro passo é definir qual objetivo com o perfil. Para cada rede, há um propósito específico que demanda produção de conteúdo diferenciado. Alison sugere cinco ações:

1. Se escolher o Linkedin, usar uma foto profissional, preencher todos os campos para tornar o currículo o mais completo possível;
2. Pensar bem antes de postar uma crítica. “Nada de indiretas para chefes e colegas de trabalho”, diz;
3. Antes de postar o dia a dia da empresa, verificar se é permitido;
4. Aproveitar o ambiente online para o networking, seguir pessoas e páginas que tenham a ver com sua área de atuação;
5. Produzir conteúdo interessante e torná-lo público. “Não esconda suas conquistas. Afinal, foi fruto do seu esforço.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *